lopon01Lopon Ugyen nasceu no Butão, em 1950, filho do respeitado lama e mestre pintor Lopon Chedrak. Aos oito anos de idade, seu pai começou a treiná-lo nas artes tradicionais de pintura de tangkas e estátuas sagradas. Ele também recebeu instruções especiais nos ensinamentos e linhagens de Nyangrel Nyima Özer e Guru Chöwang. Tornando-se ele mesmo um mestre pintor, com o falecimento de seu pai, tornou-se o detentor daquela rica tradição de talento artístico visionário e, mais tarde, deu continuidade à sua formação espiritual sob a orientação de mestres como Dudjom Rinpoche, Khenpo Dorje, e Dilgo Khyentse Rinpoche.

Entre 2002 e 2004, Lopon Ugyen restaurou os murais do monastério Takstang, em Paro, no Butão, que haviam sido destruídos em um incêndio em 1998. Ele também restaurou imagens em Punakha Dzong, depois de uma enchente em 1994, e foi o principal artista na criação do espaço sagrado e dos murais para a coroação do 5º monarca do Butão, Jigme Khesar Namgyel Wangchuck, em 2008.

Além disso, ele foi incumbido de restaurar as paredes do monastério Tarpaling em Bumthang, que contém murais da vida do reverenciado mestre, o onisciente Longchen Rabjam (1308-1363 DC), e de criar murais ilustrando os feitos da Padmasambhava baseados no Padma Katang dentro da estátua gigantesca construída em Takela, no Butão oriental.

Foi Lopon Ugyen quem desenhou e pintou todos os painéis das paredes internas da Terra Pura de Padmasambava. As tankas foram pintadas no Butão e trazidas para o Brasil, porém alguns painéis ficaram inacabados. Em fevereiro deste ano, a sangha do Khadro Ling teve a honra de recebê-lo, junto com um assistente, para terminar a pintura da história de vida de Guru Rinpoche. Como forma de valorizar esta preciosa oportunidade, Chagdud Khadro pediu que ele ensinasse sobre a biografia de Padmasambhava para a sangha do Khadro Ling.