Os ensinamentos budistas conhecidos como “treinamento da mente” desenvolveram-se no Tibete a partir do mestre Atisha Dipankara.

Essas instruções nos desafiam a transformar nossa tendência habitual de autocentramento, guiando-nos para uma atitude altruísta, caracterizada pela compaixão e sabedoria.

No final de semana, Do Tulku Rinpoche abordará as instruções de Manjushri conhecidas como Abandonar os quatro apegos, um ensinamento de treinamento da mente tradicional na linhagem Sakya do budismo tibetano.

——

Raktrul Rinpoche (também conhecido como Do Tulku) nasceu em 1985, no sul da Índia. Aos 17 anos, foi reconhecido por S.S. Sakya Trizin como o VI Raktrul Rinpoche, um tulku (reencarnação) de um monastério Sakya. A partir disso, Do Tulku Rinpoche entrou para o Dzongsar Khyentse Chökyi Lodro Institute, onde recebeu treinamento em filosofia budista, prática e debate. Após onze anos de estudos, graduou-se com êxito, recebendo o título de Acharya.

Rinpoche também ensinou no Dzongsar Institute pelo período de um ano, e conduziu retiros para monges em Mustang. Além disso, recebeu ensinamentos, transmissões e iniciações de alguns dos grandes mestres da atualidade, tais como S.S. Dalai Lama, S.S. Sakya Trizin, Khenchen Kunga Wangchuk, Dzongsar Jamyang Khyentse Rinpoche, Dagchen Rinpoche, Luding Khenchen Rinpoche e tantos outros.

Atualmente, ele também é tradutor do projeto 84000, um projeto internacional de tradução dos ensinamentos de Buda. Do Tulku Rinpoche é um professor leigo, sem ordenação monástica, e vive na Alemanha com sua família, no centro de Dharma Arya Tara (https://www.aryatara-dharmacenter.com/).

As inscrições para o evento serão abertas em breve.

Saiba antes das novidades do Khadro Ling

Assine nossa newsletter ou siga nossa página no Facebook.